Sanderson acusa polícia de promover ‘espetáculo’ em prisão de atropelador

O advogado Sanderson Moura, contratado pela família do fisioterapeuta Ícaro José da Silva Pinto, criticou o ‘espetáculo circense’ que segundo ele foi promovido pela polícia durante a prisão do seu cliente, na tarde deste sábado (15). Em uma publicação na rede social Facebook, ontem, Sanderson afirmou que as autoridades policiais “queriam que a prisão fosse midiática, exibicionista, espetaculosa, ultrajante”.

Segundo ele, a intenção seria expor Ícaro como um ‘troféu’ às massas, a fim de que ele ‘fosse condenado pelo tribunal das redes sociais sem direito à defesa’ e ‘ao devido processo legal’.

Para Sanderson, ‘Nem os chefes das perigosas facções são presos de maneira tão teatral’.

Ícaro teve sua prisão decretada a pedido do Ministério Público do Acre, viajou com a família para Fortaleza (CE), onde foi flagrado na praia em companhia da namorada, e resolveu se entregar neste final de semana.

Ele desembarcou de avião em Porto Velho (RO), antes de pegar a estrada para chegar ao Acre, driblando a polícia, a imprensa e possíveis manifestantes no aeroporto de Rio Branco. Ícaro foi parado e preso no posto da Tucandeira.

Após declarar que a morte de Johnliane fora um ‘acidente’ a que qualquer jovem está sujeito, Sanderson tem feito reiteradas postagens no Facebook nas quais acusa os golpes desferidos pelos internautas.  

Veja a publicação:

Reprodução Facebook

Leia também:

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB