Rocha terá que pedir permissão a Cameli para poder viajar

Decreto publicado na edição desta quinta-feira (2) do Diário Oficial do Estado (DOE) determina que todos os órgãos e entidades pertencentes à administração do governo tenham ‘autorização prévia’ do governador Gladson Cameli para emissão de passagens aéreas e diárias. A aprovação dos pedidos, porém, estará a cargo do secretário da Casa Civil, Ribamar Trindade.

De acordo com a medida, apenas os servidores da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) não se enquadram na determinação enquanto perdurar o período de quarentena contra o coronavírus.

Consultada, a porta-voz do governo, Mirla Miranda, afirmou ao site oacreagora.com que a medida visa conter gastos. “E também por uma questão de segurança sanitária, pois o vírus é notadamente de importação”, acrescentou ela.

O decreto passa a vigorar 48 horas após noticiada a decisão do PSDB de formar chapa com o MDB para as eleições municipais em Cruzeiro do Sul. A manobra de Rocha isolou ainda mais o prefeito Ilderlei Cordeiro e o seu vice, Zequinha Lima, provável candidato do Progressistas à sucessão do primeiro.

No último domingo (29), o site publicou matéria sobre o desabafo de Rocha quanto a nomeações de antigos opositores – incluindo petistas – na atual gestão. As decisões, segundo postagem dele na rede social Facebook, se deram em detrimento daqueles que trabalharam para eleger o atual governo.  

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB