Representante dos Urbanitários diz que portaria do Depasa é “um absurdo”

O presidente do Sindicato dos Urbanitários e ex-vereador de Rio Branco, Marcelo Jucá, disse que a portaria assinada pelo diretor-presidente do Departamento de Estadual de Água e Saneamento (Depasa), Sebastião Fonseca, em que proíbe a realização de filmagens e fotografias nas dependências administrativas do órgão e estações de tratamento (ETAs) é mais um absurdo praticado pelo Departamento.

Jucá falou com a reportagem de oacreagora.com na manhã deste sábado (30) e lembrou que o Depasa tem sido constantemente alvo de escândalos e descasos com a população e seus colaboradores. “Todo dia é algo novo vindo do Depasa, a situação tá muito complicada”, disse.

O ex-vereador conta que a Brigada Popular Contra o Covid-19, da qual o Sindicato dos Urbanitários faz parte, já enviou carta de repúdio ao diretor-presidente do Depasa “pelo descaso com que vem tratando a sua gestão”.

“Em um momento em que o mundo inteiro enfrenta uma pandemia do novo coronavírus, a água é elemento indispensável para a higienização das mãos e dos alimentos para combater a transmissão da doença, mas a cidade de Rio Branco tem enfrentado frequentemente o desabastecimento de água em plena pandemia, gerando inclusive um princípio de motim de presos no Complexo Penitenciário de Rio Branco”, diz a carta de repúdio.

Carta de repúdio enviada à Sebastião Fonseca

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB