Uber vai focar em crescimento do lucro e cortará custos e contratações


source
Uber vai focar em aumento dos lucros e cortará custos e contratações
Lorena Amaro

Uber vai focar em aumento dos lucros e cortará custos e contratações

A Uber anunciou que deve reduzir as contratações e os gastos em atividades de marketing e propaganda, segundo uma carta do presidente-executivo da empresa, Dara Khosrowshahi, de acordo com a Reuters.

A empresa de transportes por aplicativo se torna a mais recente a tentar conter custos para alcançar um “modelo de investimento enxuto”, depois que a Meta (proprietária do Facebook), informou, na última semana, que irá desacelerar o crescimento de sua força de trabalho.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia 

“Os gastos menos eficientes com marketing e incentivo serão retirados. Trataremos a contratação como um privilégio e seremos intencionados sobre quando e onde aumentar o número de funcionários”, disse o empresário, segundo o relatório.

Khosrowshahi disse ainda que a mudança de estratégia da Uber é uma resposta necessária à “mudança sísmica” no sentimento dos investidores, segundo a CNBC. A empresa informou, na semana passada, que sua base de motoristas está em alta no pós-pandemia, e a empresa espera que isso continue, mesmo sem investimentos significativos em incentivos.

A postura contrasta com uma das concorrentes da empresa, a Lyft, que anunciou recentemente novos investimentos em mão de obra. A Uber, agora, se concentrará em obter lucratividade com base no fluxo de caixa livre, em vez de lucros a partir de juros, impostos, depreciação e amortização, segundo relatório da CNBC.

Durante a reunião anual de acionistas da empresa, nesta segunda, Khosrowshahi destacou essas preocupações aos investidores.

“O que podemos fazer na Uber é continuar a executar em termos de lucratividade e lucratividade. [Mas] Nós compartilhamos sua frustração”, disse o CEO, acrescentando, no entanto, que os resultados e a orientação da empresa superaram as expectativas dos analistas. As ações da Uber caíram mais de 43% desde a abertura do capital, em 2019.

A empresa espera gerar “fluxos de caixa positivos significativos” neste ano, baseado no último relatório de lucros. Khosrowshahi acrescentou, em sua carta, que os negócios de entrega de alimentos e frete da Uber precisam crescer mais rápido. Procurada pela Reuters, a Uber não quis se manifestar.

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB