Titular nas últimas seis partidas, Henrique Luro do Botafogo quer ser mais que um “jogador comum”


Nesta quarta-feira, às 15h, o Botafogo entra em campo no Cefat para enfrentar o Bangu em jogo que vale a classificação para a final da Taça Rio Sub-20. Será a primeira decisão do recém-contratado Ricardo Resende, invicto à frente do time sub-20. Titular absoluto na zaga alvinegra desde que se recuperou de lesão, Henrique Luro falou ao sobre o trabalho do novo técnico e a boa fase da equipe.

Estou muito feliz com o momento em que todos do time estão vivendo, só agradecer a Deus pela oportunidade de poder estar de volta. Ao meu ver o Ricardo montou um esquema bem ofensivo, o qual valoriza bem o nosso time. Para mim é fundamental o nosso apoio defensivo, para que eles, os atacantes e meias, possam usufruir de toda qualidade deles ali na frente e ficarem tranquilos de que vamos dar nosso máximo para segurar lá atrás.

 De olho no futuro e em sua formação como cidadão, Henrique Luro é estudante de Jornalismo e divide seus dias entre bolas e livros.

O Botafogo nos incentiva bastante a estudar, precisamos ser disciplinados dentro e fora de campo, nos formar como atleta e cidadão. E para ajudar, o Botafogo tem uma parceria com uma faculdade aqui do Rio. A minha nota do Enem me ajudou a pegar uma bolsa de 100%, portanto resolvi me dedicar aos estudos também.

“Eu procuro ser inteligente dentro e fora de campo para não ser um jogador comum”.

O zagueiro de 19 anos conquistou a confiança de Ricardo e ganhou vaga no time nas últimas seis partidas, entre Carioca e Brasileiro, todas encerradas com vitórias do Botafogo. Depois de seis anos no Corinthians, Henrique se mudou para o Rio de Janeiro em 2019 e tem 11 jogos com a camisa alvinegra.

 

COMENTE ABAIXO:

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB