Tesouro americano prevê desaceleração no crescimento dos EUA


source
Janet Yellen
Stephen Jaffe/ IMF (16/04/2013)

Janet Yellen

A secretária do Tesouro americano, Janet Yellen, disse neste domingo (19) que prevê uma desaceleração no crescimento, mas ressaltou que uma recessão não é “inevitável”.

“Prevejo que a economia vai se desacelerar”, declarou Yellen no programa “This Week”, da rede ABC, dias depois de o Federal Reserve (Fed, o Banco Central americano) ter elevado suas taxas de juros de referência.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG 

Mas “não acho que uma recessão seja inevitável, para nada”, enfatizou. A economia dos Estados Unidos se recuperou vigorosamente do impacto da pandemia do coronavírus, mas a inflação galopante e os problemas nas cadeias de suprimentos ampliados pela invasão russa da Ucrânia aumentaram o pessimismo dos consumidores.

Medidas de combate a inflação

Brian Deese, diretor do Conselho Econômico Nacional, conselheiro econômico do presidente Joe Biden disse estar esperançoso de que o Congresso aprove medidas que o governo diz que ajudarão a combater a inflação nas próximas semanas.

“Os preços estão inaceitavelmente altos no momento”, disse Deese, em entrevista ao programa “Face the Nation”, da CBS, no domingo. “É por isso que o presidente disse que precisamos fazer disso nosso principal foco econômico e fazer tudo o que pudermos para derrubá-los.”

Ele citou medidas para reduzir o custo de medicamentos prescritos, incentivos fiscais para energia e uma “reforma tributária há muito atrasada” como formas de ajudar as famílias americanas a lidar com a inflação mais rápida em 40 anos e sinalizar aos mercados que os EUA são “muito sérios” sobre conter o aumento dos preços.

A Casa Branca e os democratas do Congresso estão em negociações avançadas sobre uma legislação que visa combater a inflação, conter o déficit orçamentário dos EUA e reviver partes da agenda econômica estagnada de Biden, disseram pessoas informadas sobre as negociações na semana passada.

*Com agências internacionais

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB