Secom apura recebimento indevido de auxílio emergencial por servidores

A secretária de Estado de Comunicação (Secom), Silvânia Pinheiro, determinou a criação de uma comissão para apurar possível recebimento indevido de auxílio emergencial por parte de servidores do órgão. A decisão foi publicada nesta segunda-feira (5) no Diário Oficial do Estado (DOE).

Segundo a portaria, a comissão será composta por três servidores da Secom e terá prazo de 30 dias para apresentar o relatório da apuração, “bem como as medidas a serem adotadas”.

A reportagem do oacreagora.com procurou Silvânia Pinheiro para obter mais informações sobre o caso, mas ela não atendeu às ligações. Consultado, o jornalista Altino Machado sugeriu que se procurasse a porta-voz do governo, Mirla Miranda.

Mirla, por sua vez, se comprometeu a apurar a informação para responder aos questionamentos do site, o que até a publicação desta matéria não aconteceu.  

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB