Rosana chama Gladson Cameli de ‘inimigo da educação’ em rede social

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado (Sinteac), Rosana Nascimento, se referiu ao governador Gladson Cameli como ‘inimigo da educação’ e disse que ele está ‘pior que o Tião’ [Viana, ex-governador do PT]. A postagem de Rosana foi feita na rede social Facebook, na noite desta terça-feira (8).  

Segundo ela, a educação tem sido o setor mais castigado no atual governo, e Gladson, desde que assumiu o cargo, vem ‘enrolando’ a categoria.

“Até esta data não pagou o que foi acordado em mesa de negociação, um auxilio alimentação de 350,00 reais, não paga as gratificações de quem trabalha com alunos especiais, a VDP de 2018 e ainda não falou a data do pagamento da VDP de 2019 com pagamento em 2020”, escreveu ela.

De acordo com a presidente do Sinteac, Cameli não respeita os profissionais da área. O secretário de Educação, Mauro Sérgio, também foi citado no texto. “[Ele] se delicia em nos fazer de besta, nos encaminhando para negociar com que não decide”, afirmou.

Postagem da dirigente sindical no Facebook

Rosana também promete fazer uma campanha contra o governo por meio de outdoors em todos os municípios.

Leia a postagem na íntegra:

“A Educação tem sido a mais castigada no governo Gladson Cameli. Desde que assumiu o governo que vem nos enrolando; até esta data não pagou o que foi acordado em mesa de negociação, um auxilio alimentação de 350,00 reais, não paga as gratificações de quem trabalha com alunos especiais, a VDP de 2018 e ainda não falou a data do pagamento da VDP de 2019 com pagamento em 2020.  Não nos respeita; são quase dois anos nos fazendo de joguete. O Secretário Mauro Sergio se delicia em nos fazer de besta, nos encaminhando para negociar com que não decide. A última foi hoje, nos mandar falar com o diretor de logística. Secretário, não somos bola para o senhor ficar jogando para um lado e outro. Nos respeite. Já entendemos que o seu jogo é ficar dizendo que não resolve para nos enrolar o governo inteiro. Isso é vergonhoso. respeite a categoria.

Chega de enrolar a Educação, chega de tanta falta de respeito. Secretário, resolva os problemas da categoria.  Governador, pague o que foi acordado, pague os direitos dos educadores. Sabemos que não tem preocupação se a categoria estar passando necessidade financeira. Vocês ganham um salário muito bom, não vão se importar com funcionários de escola que têm um piso de 856 reais desde 2018 e vem perdendo cada vez mais quando não tem este piso reajustado. Professor que recebia cinco salários mínimos está recebendo apenas dois. Esse governo tem a maior contratação de professores provisórios que já teve no Estado, quase 100%. Isso é vergonhoso. Cadê o concurso público para professores e funcionários que já dobram 100%. Secretário, pare com isso, homem! Não vai ser secretário até se aposentar.

O Subsecretário Moises Diniz assumiu a Subsecretaria de Educação, visitou o sindicato, se colocou à disposição para ajudar no processo de negociação, como todos viram na rede social do sindicato; acreditamos que ajudaria, fomos avisados que era só enganação, mas demos credibilidade. Tinham razão, pois agora o Moisés sequer atende as ligações ou ler as mensagens de whatsapp. Também nos desrespeita, ficamos até a tarde de hoje esperando ser recebido por ele, fez foi fugir pela lateral da Casa Civil igualmente faz o Secretário de Educação.

Infelizmente a Educação não é prioridade em governo nenhum. A grande maioria votou no Gladson Cameli porque não aguentava mais o governo petista com perseguições e pressão. O PT ficou 20 anos no poder até que o povo disse BASTA! O governo Gladson ainda não completou dois anos e o povo já estar dizendo JÁ CHEGA! A insatisfação na educação é total. Já reconhece o Gladson Cameli como inimigo da Educação, já identifica como pior do que o governo do Tião. Um governo que não se entende com sua equipe, um governo estampado na mídia pelas pequenas políticas, do disse-me-disse entre governador e vice, entre parlamentares. Um governo que não consegue conviver com aqueles que ajudaram a eleger, não vai respeitar os servidores. Não vai respeita os sindicatos.

Quem votou e fez campanha foi pela alternância de poder, para a mudança, mas já percebeu que este governo está sendo pior do que o pior governo ptista. Não respeita, não é democrático, as políticas educacionais são impostas, as exigências para execução são enormes, as perseguições são piores.  CHEGA DE TANTO DESRESPEITO.

NÃO SOMOS hienas. Somos Educadores e não estão permitindo sermos transformadores da sociedade. Nós somos robôs, meros executores do que a SEE impõe desrespeitando a CF e a LDB, gestão democrática e a avaliação dos alunos.

Não podemos aceitar este desrespeito; negociou, mas não pagou. Já não dar mais para esperar o “quando Deus quiser” do governo. Queremos respostas. Quando vão pagar o Auxilio Alimentação, VDP 2018, VDP 2020, gratificações? Só precisamos de respostas. Não deram. A diretoria do SINTEAC ficou a campanha na Casa Civil esperando o Secretário Mauro Sergio e o Subsecretário Moises Diniz para nos dar resposta. Fugiram, ignoraram nossa presença. Como não desistimos marcaram uma reunião para amanhã.

# Gladson Cameli, inimigo da Educação!

Pior que o Tião!

Vamos colocar em nossos perfis. O SINTEAC colocará outdoor em todo o Estado.

Ainda sairá em todo Brasil através da CNTE, que agrega todos os sindicatos do Brasil”.

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB