fbpx

PT quer voltar ao poder e escala Jorge Viana para disputar o governo do Acre

Desmatando de boa

Este Lamparina já denunciava, na semana passada, a retirada de madeira sem qualquer controle das autoridades acreanas. Dados divulgados pelo Ministério da Economia e pelo Observatório do Fórum Empresarial de Inovação e Desenvolvimento do Acre, nesta segunda-feira (13), apontam que a exportação de madeira do estado representou 36% da economia, superando inclusive a carne e derivados bovinos, que foi de 26,8%.

Negócio da China

Se somados os percentuais referentes à exportação de castanha (20,06%), suínos e derivados (5,3%) e soja (3,2), verifica-se que derrubar e vender madeira continua sendo um excelente negócio.

Saudades do poder

Um professor da ala antiga do Partido dos Trabalhadores (PT) me ligou informando que o ex-governador e ex-senador Jorge Viana (PT) já decidiu que vai mesmo disputar o governo do Acre. O assunto, segundo esse professor, “é prego batido e ponta virada”.

Saudades do poder II

Segundo minha fonte, Viana conta que o senador Petecão também entre na disputa pelo Palácio Rio Branco, e isso tende a dividir os votos com o atual governador Gladson Cameli (PP). Segundo a avaliação, quem vota no PT sempre vai votar no PT e a vitória para os companheiros já é dada como certa. Será?

Petecão já se decidiu

O senador Sérgio Petecão (PSD) tem dito que não volta atrás em sua pretensão de disputar o governo. Segundo ele, acordos já foram fechados em todos os municípios. “Fugiu ao meu controle”, afirmou.

Não subestimem

Aliás, é de bom alvitre não subestimar o senador do PSD. Nas eleições de 2018, quando ele concorreu à reeleição, foi o mais votado, com 244.109 votos. Marcio Bittar (MDB) ficou em segundo, com 185.066. E Jorge Viana, que se despediu do mandato, em terceiro, com 117.200 votos.

Fogo no parquinho

A propósito, naquele pleito o ex-deputado Ney Amorim, então filiado ao PT, ficou grudado no ‘chefe’, com 115.243 votos. O crescimento de Ney, na ocasião, abalou a campanha de Jorge. E os dois, segundo relatos, quase saíram no tapa.

Memoriol

Pra quem já não se recorda do que estou falando, Ney Amorim começou a desconfiar que Jorge havia colocado em prática uma campanha difamatória contra o aliado. Ciente do crescimento de Amorim, Jorge passou a sabotar a campanha do ‘companheiro’.

Orelha de freira

Perguntar não oferende, mas há quem dê alguma notícia do vice-governador Major Rocha?

Bem na fita

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) colocou Rio Branco entre as cinco capitais brasileiras que possuem uma combinação de bom desempenho no conjunto de dados em relação à operacionalidade, inteligibilidade e interatividade referentes à transparência das informações com relação à Covid-19.

Fim dos ruídos

Se no início da pandemia, em relação à vacinação, houve algum ruído de comunicação, agora não tem mais! Diga-se, porém, sem gastar um centavo com a imprensa

Do contra

Os antigovernistas que odeiam o presidente Jair Bolsonaro ainda não se conformaram com a pisa das urnas e persistem em espezinhar o Messias com palavras de baixo calão nas redes sociais. Os termos, deploráveis, vão de ‘corno’ a ‘genocida’.

Do contra 2

Se o presidente ataca os ministros do STF, ele é ‘golpista’. Se pondera os termos, é classificado de ‘arregão’. Não duvido nada se uma hora dessas, caso Bolsonaro passe a defender o inseticida contra a dengue, os do contra passem a defender os mosquitos.

Fui! Querosene tá caro

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB