fbpx

Presidente de associação denuncia descaso na Saúde: “Cadê os R$ 1,7 bi?”

O presidente da Associação dos Pacientes Renais Crônicos e Transplantados do Estado do Acre (Apartac), Vanderli Ferreira, cobrou do governo Gladson Cameli medidas em favor dos pacientes renais. Em vídeo postado no Facebook (veja abaixo), Vanderli diz ter ouvido de um diretor da Fundação Hospitalar que não há dinheiro em caixa. “Cadê os 1,7 bilhão que o governo recebeu durante a pandemia?”, questionou.    

Segundo o representante da Apartac, há quatro anos não são feitos transplantes no Acre e os que necessitam desse tipo de procedimento raramente obtêm passagens pelo TFD. Os que conseguem acabam passando dificuldades no Rio Grande do Sul, para aonde são encaminhados. “Porque o TFD não paga ajuda de custo, sendo [o Acre] o único estado da Região Norte que não paga”, lamentou.   

Para piorar esse quadro, a empresa que fazia as biópsias renais cancelou o serviço por falta de pagamento, segundo Vanderli.

“Temos um colega transplantado que está sofrendo rejeição. A médica encaminhou um pedido de biópsia, mas não tem como fazer porque o governo não pagou a empresa”, completou.

Assista ao vídeo:

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB