Prefeitos podem ter cometido crime de ‘fake news’ usando nome da PF

Com a manchete “Polícia Federal elogia prefeitos por bom comportamento com dinheiro da Covid-19”, publicada em um site de notícias local, os prefeitos de Porto Acre, Bené Damasco (PP), e Zum Barbosa (PSDB), de Assis Brasil, podem ter cometido crime “ao plantar” uma falsa notícia usando o nome da instituição para promoção pessoal.

Na reportagem, o jornalista Evandro Cordeiro afirma ter sido procurado pelos dois prefeitos com um documento em que a Polícia Federal fazia elogios a ambos pelo bom uso dos recursos da União, no enfrentamento à epidemia do coronavírus.

“Eles me mostraram o documento da Polícia Federal e pediram publicidade no nosso jornal.  Por se tratar de uma excelente notícia em tempos de tantas coisas ruins, apenas escrevi a reportagem. Se foi fake eu apenas lamento ter sido levado a erro. Sinto muito”, lamentou o jornalista à reportagem do oacreragora.com

Procurado para falar sobre o assunto, a assessoria de comunicação da Polícia Federal negou qualquer ato de elogios aos dois prefeitos e disse desconhecer tal documento.

Print da publicação feita pelo jornalista Evandro Cordeiro/Reprodução

“Daqui da Superintendência Regional do Acre não estou sabendo de nenhum elogio institucional ou oficial”, disse Edkalenn Lima, da assessoria de comunicação da Polícia Federal.

Outro agente da PF, que viu a notícia, lamentou o episódio e classificou o ato como criminoso.

“Trabalho há mais de 15 anos na Polícia Federal e desconheço esse departamento de elogios da nossa instituição. Essa notícia é grave e criminosa. Eu espero que a nossa superintendência tome as providências cabíveis, necessárias ações jurídicas contra esses dois prefeitos”, disse ele, pedindo para não ter o nome revelado.

Procurado pela reportagem, Bené Damasceno negou ter procurado o jornalista. “Não existe esse documento, porque se tivesse eu mesmo o publicaria”, disse o prefeito de Porto Acre.

O que ele afirmou possuir é um parecer da Polícia Federal atestando não ter apreendido nenhum material da prefeitura em sua passagem por lá, no mês de julho.  

Somente para o município de Porto Acre, o governo federal enviou mais de R$ 3 milhões em recursos para o enfrentamento à Covid-19. No entanto, a única ação que vem sendo timidamente desenvolvida no município para o combate à doença é uma barreira sanitária instalada na Vila do Incra, apenas para aferição de temperatura.

O oacreagora.com não conseguiu contato com o prefeito de Assis Brasil.

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB