Prefeito decreta: saída do município só para comprar medicamentos

O prefeito de Mâncio Lima, Isaac de Souza Lima (PT), decretou a proibição de saída do município, com exceção daqueles que precisarem se deslocar a Cruzeiro do Sul para comprar remédios. O documento, assinado nesta quinta-feira (16), foi divulgado pela assessoria de imprensa da prefeitura.

De acordo com a medida que impõe restrições de circulação pela Rodovia AC-405, que liga a cidade de Mâncio Lima a Cruzeiro do Sul, profissionais em atividade laboral precisam justificar a necessidade de deslocamento pela estrada junto ao Centro de Emergência para Resposta ao Novo Coronavírus (COEnCOV) ou à Secretaria de Saúde.    

O acesso a Mâncio Lima está facultado a motoristas de transportes de cargas contendo alimentos, equipamentos de proteção individual, combustíveis e materiais de construção, entre outros itens. O mesmo vale para profissionais dos serviços de telecomunicação (telefone e internet) e de manutenção de rede elétrica e de água.

Em seu artigo 4º, o decreto afirma que “Residentes em Mâncio Lima que façam uso de medicamento que só seja fornecido por farmácias no Município de Cruzeiro do Sul, serão autorizados a realizar o deslocamento mediante apresentação de receita médica”.

Veja a seguir o trecho em que o prefeito restringe a saída do município:

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB