Porta-voz diz que nomeação de irmão de Ney Amorim foi ‘erro de digitação’

A porta-voz do governo Gladson Cameli, Mirla Miranda, afirmou ao ocreagora.com que a nomeação do irmão do ex-deputado Ney Amorim, Joelson Alves de Amorim, foi um ‘erro de digitação’.

Joelson foi exonerado nesta quarta-feira (15), apenas 24 horas depois de ser nomeado para a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), com salário de R$ 6.720,00.   

“Ocorreu apenas falha humana na hora da digitação do nome. Foi nomeado o nome errado, por isso foi exonerado na sequência.”, respondeu ela por meio do aplicativo WhatsApp.

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB