PF confirma fraudes no recebimento de auxílio emergencial no Acre

A superintendente da Polícia Federal no Acre, delegada Diana Calazans Mann, confirmou, na manhã desta quarta-feira (18), em videoconferência com a imprensa, haver registros no Acre de fraude no recebimento do auxílio emergencial pago pelo governo federal em decorrência da pandemia de coronavírus. Em muitos casos, os valores estão sendo desviados ou sacados das contas bancárias sem conhecimento do titular.

Diana Calazans descartou a necessidade de os prejudicados pela ação de estelionatários comparecerem à sede da PF ou às delegacias de Polícia Civil para registrar queixa. As reclamações devem ser feitas nas agências da Caixa, que segundo ela está reunindo informações sobre os casos para posteriormente repassá-los à PF.

“Quem foi prejudicado ao tentar sacar o benefício não precisa procurar a polícia. Estamos montando uma força-tarefa para investigar todos os casos, tanto no Acre como nos demais estados da Federação”, afirmou Diana.

Segundo ela, as fraudes envolvendo o recebimento do auxílio emergencial variam desde ataques cibernéticos a solicitações com dados de terceiros. Há suspeitas também de inserção de informações falsas no sistema do governo.

Isso significa que não apenas os grupos criminosos serão alvos das investigações, como também aqueles que fizeram declarações inverídicas para poder acessar o benefício.

Segundo estimativa da Caixa, 80 mil reclamações foram feitas até o momento, e outras 80 mil devem ser comunicadas em todo o país nos próximos dias. Na maioria dos casos, as queixas dizem respeito ao saque do benefício, que estaria sendo feito à revelia do beneficiário.    

Os responsáveis podem ser responsabilizados pelos crimes de furto, estelionato, falsidade ideológica e inserção de dados falsos em sistema de informação do governo.

No prazo de 90 a 180 dias, após análise desses dados, a PF poderá deflagrar as operações contra os fraudadores.

De acordo com a delegada Diana Calazans, os indícios apontam para diferentes quadrilhas atuando em território nacional.

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB