PM suspeito de agredir médica no RJ é afastado das ruas pela corporação

RIO – O sargento da Polícia Militar Luiz Eduardo dos Santos Salgueiro, de 43 anos, suspeito de ter agredido a médica Ticyana D’Azambuja, no Grajaú, Zona Norte do Rio, foi afastado de atividades de policiamento nas ruas pela corporação. Ele permanecerá realizando somente atividades burocráticas até o final das investigações. Salgueiro permanece lotado no Batalhão de Choque. O comando da unidade, entretanto, já pediu a transferência do agente para a Diretoria Geral de Pessoal (DGP) — conhecida como a “geladeira” da corporação.

A médica relata ter sido agredida por frequentadores de uma festa que ocorria em uma casa no bairro do Grajaú no último sábado, entre eles o sargento Salgueiro. Ticyana afirma ter decidido ir até a residência para tentar acabar com a comemoração. Ela afirma ter tocado no interfone e conversado com quem lhe atendeu, mas seu pedido não foi atendido. A médica, então, quebrou o espelho retrovisor e trincou o para-brisa do carro de policial militar, que estava estacionado em cima da calçada. Segundo ela, depois disso, alguns homens saíram da casa, entre eles o PM, e as agressões tiveram início.

Leia mais sobre o caso:

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB