Paulinho da Força recusa Porto de Santos: “não vou para o governo”

O deputado federal e presidente do Solidariedade, Paulinho da Força, disse ao jornal A Folha de São Paulo na manhã desta segunda-feira (27) que o presidente Bolsonaro ofereceu a ele o comando do Porto de Santos, mas que ele recusou. “Me ofereceram o porto de Santos e eu não vou aceitar, não vou para o governo uma hora dessas. O ideal agora é fazer um entendimento entre Maia e Bolsonaro e garantir a governabilidade.” , disse.

Paulinho já havia criticado Bolsonaro na noite de sexta-feira (24) logo após o pronunciamento do presidente de Brasil. “A fala do presidente Jair Bolsonaro, em seu pronunciamento desta noite em rede nacional, mostra imensa irresponsabilidade com uma questão tão séria. Sua atitude impensada leva o povo ao encontro com a morte”, escreveu no site oficial do partido.

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB