Orçamento do Acre em 2020 foi reforçado com R$ 32 milhões da Lava Jato

Um demonstrativo fiscal publicado pela Secretaria de Estado da Fazenda no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (29) aponta que o orçamento estatal relativo ao período de janeiro a abril deste ano teve reforço de R$ 32,8 milhões oriundos da Operação Lava Jato. Em compensação, o governo alega que as ações de urbanismo, habitação e saneamento sofreram queda devido à redução na captação de operações de crédito.

De acordo com a publicação, os repasses que totalizam R$ 32,8 milhões, originários da Lava Jato, decorreram de acordos homologados com a Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF).

O superávit de R$ 100 milhões alegado pela Sefaz se deve ainda a repasses feitos pelo governo federal para as ações de combate à pandemia de Covid-19.

Ainda de acordo com o demonstrativo, a dívida consolidada do estado é de atualmente R$ 4,4 bilhões. A Sefaz ressalta que apesar do ‘crescimento nominal’ dessa dívida – anabolizada com mais empréstimos feitos pelo governo Gladson Cameli – “o índice de endividamento permanece estável” devido ao crescimento da Receita Corrente Líquida (RCL) entre 2019 e 2020.

A assessoria de imprensa da Sefaz não atendeu às ligações feitas pela reportagem do oacreagora.com.

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB