“Não estou sendo investigada”, diz Socorro Neri sobre operação da PF

A prefeita de Rio Branco, Socorro Neri, colocou à disposição da Justiça e das autoridades policiais a sua conta bancária e o celular de uso pessoal. A iniciativa decorreu de mais uma operação da Polícia Federal nas dependências da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), ocorrida na manhã desta quarta-feira (10). Ela negou estar sendo investigada no caso.  

“Mas, se houver necessidade, tanto a única conta bancária que utilizo quanto o único aparelho de celular estão à disposição”, afirmou em postagem feita na rede social Facebook na noite de ontem (10).

Para Socorro Neri, se de fato houver envolvimento de servidores municipais nas suspeitas de superfaturamento ocorrida na compra de máscaras e álcool em gel, “que sejam identificados, penalizados e que o prejuízo ao erário público seja ressarcido”.

Mas se nada ficar provado, ressaltou, ‘a honra dos investigados precisa ser restabelecida’.

A prefeita fez uma comparação entre as funções do gestor público e a conduta dos filhos no âmbito familiar. “Assim como os filhos não fazem apenas o que os pais recomendam ou autorizam, na gestão pública, infelizmente, é a mesma coisa”, disse.

Veja a postagem:

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB