N Lima se filia ao Progressistas e diz que PSL não sabe dialogar

Bestene fortalecido

Enquanto o ano de 2019 foi da mais profunda ineficácia para o parlamento acreano, onde o que mais se viu foi deputado “jogando para a imprensa”, num pinga-fogo altamente improdutivo, o deputado estadual José Bestene (PP) foi exceção à regra. É um dos poucos deputados que está politicamente mais forte do que estava há um ano atrás.

Força política

Não estamos falando em atuação parlamentar. Nesse quesito Bestene tá na média de seus pares. A coluna se refere  à força política. Não mais que ano e meio atrás, Zeca Bestene era somente um ex-deputado que tentava voltar à Assembleia Legislativa. Muitos nem acreditavam que venceria a eleição.

Ciúmes

Hoje Bestene é pré-candidato a prefeito pelo Partido Progressista (PP) com a benção dos principais cardeais da sigla, seu sobrindo Alysson Bestene comanda a Secretaria de Saúde e pessoas ligadas a ele ocupam posições estratégicas e importantes no governo. Isso tem causado ciúmes a alguns deputados de primeira viagem.

Bestene deverá concorrer á prefeitura. Imagem/internet

Animado

Conversei pelo aplicativo WhatsApp com Bestene. Ele disse estar bastante motivado e que já tem conversas adiantadas com alguns partidos em busca de aliança.

Adeus PSL

O vereador Nogueira Lima aproveitou a janela partidária e pulou fora do PSL. Filiou-se na manhã desta terça-feira (10) ao Partido Progressista (PP).

Beicinho

 N Lima falou à coluna Retrato Político que a “indignação” de alguns dirigentes do partido foi porque o govenador não foi pessoalmente convidá-los para participar do governo. “É nossa missão ajudar esse governo. Se não der certo a gente faz o que fizemos com o PT”, disse.

Estrelas

O vereador lembrou ainda que as principais estrelas do partido, como por exemplo, Bocalom e coronel Ulisses já abandonaram a sigla e estão ajudando o governo.

Retaliação

Nogueira Lima disse ainda que vinha sofrendo retaliações e ameaças de que não teria legenda para ser candidato à reeleição. E o motivo, segundo ele, seria porque seu filho, o deputado estadual Wendy Lima, se declarou base de apoio de Gladson na Aleac. “A partir daí começaram a me perseguir”, conta ele.

 Falta de diálogo

“Política é feita de diálogo e os caras lá não querem dialogar. Continuo defendendo o presidente Bocalom e o governador Gladson Cameli. É nisso que acredito”, finalizou N Lima.

Bom de voto

Pode-se gostar ou não do vereador Nogueira Lima. O que não se pode negar é que ele é bom de voto.  O ex-deputado já chegou a ter quase três mil votos com a candidatura cassada pelo TRE na eleição de 2010.

Malas prontas

Falei hoje pelo celular com o vereador tucano Clézio Moreira. Ele disse estar analisando o cenário político para definir para qual partido irá. Por enquanto permanece no PSDB.

Vereador Clézio Moreira. Imagem/internet

Desagradável

Esse foi o “elogio” mais ameno que ouvi de alguns políticos e assessores sobre o deputado estadual Fagner Calegário (PL).

Metralhadora giratória

Calegário tem se comportado como uma espécie de metralhadora giratória neste seu início no parlamento. Já atirou ofensas e críticas desmedidas para todo lado. Contra o governador, contra a prefeita Socorro Neri, contra colegas parlamentares e secretários de estado. As mais absurdas delas, foi ter chamado em plenário o chefe da casa civil de Gladson, Ribamar Trindade de “personificação do capeta” e da ex-secretária de saúde Mônica Feres de “personificação da morte”.   

Terapia

Ao também ter sido “julgado” por Calegário, o deputado estadual Neném Almeida rebateu duramente: “Lave sua boca para falar de mim. O senhor não tem moral nenhuma para falar de mim. Quem não tem moral é o senhor que aqui bate no governo e a tarde tá na casa civil com o pires na mão. O senhor precisa de um psicólogo”.

Neném Almeida mandou Calegário “lavar a boca”. Imagem/internet

Deboche

Calegário então subiu à tribuna e de forma debochada pediu desculpas aos colegas: “Peço desculpa aos colegas. Pra mim esse assunto não é pra ficar aqui fazendo picuinha. Pra mim esse assunto hoje está encerrado, está morto. Se é um pedido de desculpa que vocês querem , mais uma vez eu peço desculpa a esse parlamento”, finalizou.

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB