MP detecta sobrepreço em compras de prefeitura e vai ouvir Fernanda Hassem

O Ministério Público do Acre (MPAC) deverá ouvir nos próximos dias a prefeita de Brasileia, Fernanda Hassem (PT). A promotora de Justiça Luana Diniz Lírio Maciel instaurou um inquérito civil para apurar possíveis irregularidades cometidas pela prefeitura ao aderir uma ata de registro de preços realizada pela prefeitura de Feijó.

Documento publicado no Diário Oficial do Ministério Público do Acre menciona a possibilidade de haver improbidade administrativo na compra autorizada pela prefeita.

“A despeito de não ter realizado pesquisa de preços, de a empresa vencedora dos lotes I e II ter sido declarada inidônea pelo Tribunal de Contas da União, além de ter sido constatado sobrepreço em 76 (setenta e seis) itens da referida Ata”, diz o texto.

Luana Diniz determinou a realização de “diligências investigatórias visando a apurar os fatos noticiados, determinando, desde já, a autuação e formalização do procedimento, juntando-se toda a documentação pertinente ao caso já disponível nesta Promotoria de Justiça”.

A promotora quer ainda ouvir Fernanda Hassem sobre os fatos elencados na denúncia. A data da oitiva ainda não foi definida.

Com informações do site Notícias da Hora

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB