Moro diz que negociações para candidato único virou ‘saco de gatos’


source
Sergio Moro negou convite para ser vice de Bivar
Reprodução: Flickr – 31/03/2022

Sergio Moro negou convite para ser vice de Bivar

O ex-ministro Sergio Moro (União Brasil) afirmou, nesta quarta-feira, que a busca por um candidato da terceira via, em alternativa aos nomes do ex-presidente Lula e do presidente Jair Bolsonaro, virou um “saco de gatos”, uma “confusão”. Moro falou sobre o assunto em entrevista ao Papo Antagonista.

Na conversa, ele também negou ter sido convidado a ser vice na chapa do seu partido à presidência da República, que tem como principal nome o deputado Luciano Bivar (PE), dirigente da legenda.

De acordo com pessoas próximas, Moro busca ser ele próprio o cabeça de chapa do União Brasil, no lugar de Bivar. Do contrário, quer se cacifar para uma vaga no Senado pelo estado de São Paulo.

Paralelamente, Bivar descarta, em caráter reservado, que Moro tenha qualquer chance de ser seu vice.

— Isso (chapa do União Brasil) está sendo construído dentro do partido. Veja essa discussão da terceira via. Quem que é o candidato lá do PSDB? Quem que é o candidato do MDB? É uma confusão. Desculpe a sinceridade, mas acaba sendo um saco de gatos — criticou o ex-ministro, em entrevista ao Papo Antagonista.

Segundo Moro, a pré-candidata do MDB, Simone Tebet, e o pré-candidato do PSDB, João Doria, “têm dificuldade de unidade dentro do próprio partido”.

O ex-ministro afirma que as negociações por uma candidatura única ocorrem de forma que ninguém abre mão de ser o cabeça de chapa para assumir o posto de vice:

— No União Brasil, o Luciano Bivar conseguiu construir essa unidade para apontá-lo ali como pré-candidato. Pelo que eu converso com ele, eu acho que ele é bastante sincero nessas palavras, nesse desejo dele de ter uma alternativa para romper essa polarização entre Lula e Bolsonaro. Não são palavras ao vento não. É um compromisso firme.

Questionado se Bivar o convidou para ser vice, Moro negou. Ele também ressaltou que ainda não tomou a decisão de qual cargo pretende disputar na eleição deste ano, embora admita as chances de buscar espaço no Senado.

— Existe, sim, uma possibilidade de concorrer ao Senado. É uma das alternativas que está presente. Mas, quando eu fui para o União Brasil, a minha principal expectativa era tentar ajudar a construir uma candidatura que tivesse o potencial de romper esses dois extremos políticos. E é isso, na verdade, que eu que eu estou focado. Mas pode ser que seja essa alternativa. Pode ser que concorra ao Senado — declarou.

Sobre a vaga de vice, ele chegou a sugerir o nome da senadora Soraya Thronicke (MS) como uma boa alternativa para o posto.

— A questão de vice tem uma discussão. Quem que seria a melhor pessoa? Pode ser uma mulher. Tem se falado muito na senadora Soraya, que é um excelente nome, uma pessoa ponderada. Que pode ser ali representando as mulheres, que existia essa grande demanda. É uma discussão que tem que ser feita interna dentro ali do partido — disse Moro.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB