Imac autua 20 em R$ 300 mil após Gladson dizer: ‘Não paguem multa’

A prática do governo está cada vez mais distante do discurso do governador Gladson Cameli. É o que se pode concluir da notícia veiculada nesta terça-feira (4) pela Agência de Notícias do Acre, segundo a qual sete pessoas foram presas e mais de 20 notificadas a pagar multas de mais de R$ 300 mil, por crimes ambientais na Floresta Estadual do Antimary.

No final de julho, em visita a Sena Madureira, Gladson bateu no peito e recomendou a produtores rurais que não pagassem multas ambientais. Se o Imac (Instituto do Meio Ambiente do Acre) estiver multando alguém, me avisa (…). Me avisem e não paguem nenhuma multa, porque quem está mandando agora sou eu”, disse ele.

Nesta terça, a Agência de Notícias estatal informou que equipes do Meio Ambiente e da Segurança Pública estão em campo na região do Antimary. A matéria informa que o objetivo do governo é coibir os crimes ambientais nas Unidades de Conservação (UCs). Es medidas “foram intensificadas desde a criação do Comitê de Ações Integradas de Meio Ambiente, por meio do Decreto 5.866 assinado pelo governador Gladson Cameli”, diz o texto.

Ainda na campanha ao governo, em 2018, o então candidato Gladson Cameli prometia anistiar as multas aplicadas pelo Imac aos produtores rurais.

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB