Idoso internado com Covid na UPA do 2º Distrito fica sem comer e beber água

Um idoso internado com Covid-19 no leito 07 da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do 2º Distrito ficou dias sem comer e beber água. A denúncia, feita por familiares à gerência da unidade, acabou indo parar em um grupo do aplicativo WhatsApp, à qual a reportagem do oacreagora.com teve acesso na tarde deste sábado (9).   

A mensagem de texto enviada por um integrante da gerência alerta os funcionários para que fiquem ‘de olho’ na situação, para que se evitem ‘futuros problemas’.

Em resposta, um servidor da UPA afirma que basta ao governo e à gerência providenciarem mais profissionais para os plantões. Com apenas três técnicos por turno atuando na unidade, a sobrecarga de trabalho e o desgaste psicológico são inevitáveis, acrescentou.   

Ao que tudo indica, o caso do paciente do leito 07, testemunhado pelo ocupante do leito vizinho, não é uma exceção.     

Relato feito pela filha de um paciente, também internado no local, revela que outro idoso, de 77 anos, ‘está passando forme’. Veja a postagem na rede social Facebook:

Foto: Reprodução

Informado sobre a sobrecarga de trabalho dos servidores, o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde (Sintesac), promete uma mobilização para a próxima segunda-feira (11), às 13h30, em frente à UPA do 2º Distrito.

A direção da entidade vai exigir do governo melhores condições de trabalho, aumento do efetivo com contratação de profissionais e manutenção do fornecimento de equipamentos individuais de Proteção (EPIs).

O Sintesac também promete levar os fatos ao conhecimento do Ministério Público e do Conselho Regional de Enfermagem (Coren-AC).

Leia também

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB