fbpx

Governo mantém tomógrafo na caixa há 8 meses e sindicato prepara ação

O Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed) promete ingressar na justiça com uma ação civil pública contra os desmandos do governo na área da saúde. Um deles é o tomógrafo comprado Hospital Regional do Juruá, comprado há cerca de oito meses. O equipamento segue encaixotado, sem que a Secretaria de Estado de Saúde tenha providenciado a montagem.   

Problema idêntico ocorre em Tarauacá, no Hospital Sansão Gomes, onde um novo aparelho de raio-x permanece intocado há seis meses. Com isso, os profissionais são obrigados a utilizar o antigo, que apresenta baixa resolução na imagem, dificultando os tratamentos.

“Boa parte dos problemas já são antigos e conhecidos, mas o governo não apresentou solução mesmo após diversas reclamações”, criticou o presidente do Sindmed-AC, Guilherme Pulici, por meio da assessoria de imprensa.

Ainda de acordo com a entidade, faltam médicos nas unidades de saúde do interior, o que obriga o envio de pacientes para Rio Branco e acarreta a elevação dos gastos com o TFD (Tratamento Fora de Domicílio).

Os problemas detectados serão encaminhados ao Ministério Público Estadual (MPE), com pedido de abertura de inquéritos.

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB