Governo italiano estuda estender confinamento até o fim de julho

O governo da Itália estuda prorrogar até 31 de julho as atuais medidas de confinamento que estão em vigor em todo o país.

A proposta faz parte de um conjunto de medidas que deve ser apresentado nesta terça-feira (24) durante uma reunião entre o premiê Giuseppe Conte e seus ministros. O encontro tem como objetivo debater quais os próximos passos no combate à pandemia de coronavírus que assola o país.

A agência de notícias Reuters teve acesso ao rascunho das propostas e divulgou seu conteúdo, que inclui também um aumento para até 4.000 euros (R$ 21.830) da multa a quem desrespeitar as ordens de confinamento —o teto atual é de 206 euros. (R$ 1.124).

Não está claro ainda se o governo irá de fato estender o confinamento imediatamente ou se apenas aprovará uma medida para permitir que isso seja feito rapidamente no futuro.

Também não se sabe se essa extensão manteria as regras atuais de confinamento ou se permitiria exceções, especialmente para o comércio.

A Itália é um dos países mais atingidos pela atual pandemia, com 63.927 casos confirmados do vírus (atrás apenas da China) e 6.077 mortes (o maior número do planeta). 

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB