“Estão perseguindo os servidores públicos”, denuncia Sargento Adonis

O candidato a prefeito da coligação A verdadeira Mudança, Sargento Adonis, subiu o tom e aumentou a temperatura da campanha. Em praça pública, ele denunciou a “pressão e perseguição” perpetradas pelos governos Estadual e Municipal em Cruzeiro do Sul. “Estamos no estado democrático de direito, portanto, isso é ilegal”, denunciou, exigindo postura e respeito dos gestores públicos. “O tiro vai sair pela culatra”, alertou.

O desabafou aconteceu na noite desta quinta-feira (5), em um comício na Vila Santa Rosa, localidade onde mora o prefeito Clodoaldo Rodrigues (Progressista). “No dia da eleição será só você, Deus e a urna. O voto é secreto e isso é preceito constitucional. Precisamos, mais do que nunca, dar um basta nessa velha política. Chega de pessoas egoístas, autoritárias querendo, a todo custo, administrar a prefeitura”, enfatizou o candidato.

As pressões e perseguições também se estenderiam à esfera estadual, cujo governo também tem alinhamento como um dos concorrentes de Sargento Adonis. “Mesmo eu sendo concursado, a diretora da minha escola me ligou perguntando em quem eu iria votar. Agora imagina o que eles estão fazendo com os professores que têm contratos provisórios?”, revelou o servidor, que pediu para não ser identificado.

Ainda segundo essa fonte, as pressões também partem dos gestores da Saúde que estariam obrigando os servidores a comparecerem a reuniões políticas, inclusive com listas de presença.

“Aqueles grandes encontros, divulgados em todas as redes sociais, não foram espontâneos”, revelou o servidor, acrescentando que usaram os mesmos expedientes com os garis e trabalhadores das empresas terceirizadas.

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB