Emedebista sobre Sinhasique: ‘Uma pequena encantada pelo poder’

O MDB deverá se reunir nos próximos dias para debater um pedido de expulsão da atual secretária de Turismo do Acre, Eliane Sinhasique. Ela é acusada de infidelidade partidária por ter declarado apoio à tentativa de reeleição da prefeita Socorro Neri (PSB). O candidato emedebista ao cargo é o atual deputado estadual Roberto Duarte Jr., que ainda não se manifestou sobre o imbróglio.

Em postagem na rede social Facebook, nesta sexta-feira (19), o ex-coordenador da campanha de Sinhasique à prefeitura de Rio Branco, Atevaldo Santana, criticou o anúncio feito por ela em prol de Socorro Neri.

“Deixe a hipocrisia e assuma que, hoje, és uma pequena senhora encantada pelo poder, por nomeação, que é completamente diferente do que é emanado pelo povo”, escreveu Santana.

Ao afirmar que falta hombridade a Sinhasique para pedir desfiliação do MDB, o autor informou que, na próxima semana, vai protocolar o pedido de expulsão de Sinhasique da sigla.

“Vai ficar feio. Fostes recebida na agremiação partidária com pompas de chefe de Estado para, no final, sair pela porta dos fundos, aberta por suas mãos”.

A postagem ganhou as redes sociais, sem, porém, repercutir na imprensa.

Em resposta às provocações instadas entre os correligionários pelo post de Santana, Sinhasique respondeu:

“No MDB, um partido democrático, nunca vi expulsão de quem não ‘obedece’ a decisão os dirigentes partidários. Temos vários exemplos de emedebistas que não acataram a decisão do partido em eleições passadas e nem por isso foram expulsos.

Leia íntegra da postagem de Atevaldo Santana:

COERENTE OU CONVENIENTE?

Hoje, deparei-me com uma matéria jornalística em que a pequena “notável” declara apoio a uma determinada candidata ao cargo de prefeita de Rio Branco. Segundo a pequena, seu apoio se dá baseado na coerência, por tratar-se de uma candidata. Plagiando a própria declarante, eu diria que sua afirmação é de cair o “C” da bunda. A sua decisão de apoiar a atual gestora não há um milímetro de coerência. Coerência seria reconhecer que sua chegada ao poder só aconteceu porque o MDB a recebeu, dando-lhe dois mandatos. Coerência seria pegar o penico e se desfiliar do partido que a acolheu, e não ficar esperando “assumir” um mandato como suplente. Coerência seria pedir desculpas ao Deputado Flaviano Melo, que a recebeu no partido de braços abertos e, como pagamento, foi traído por suas decisões tresloucadas para não largar o “osso” do poder. Coerência seria retribuir o apoio que o deputado Roberto Duarte ofertou-lhe em sua pífia candidatura à prefeitura de Rio Branco.  Mais uma vez irei plagiar a pequena “notável: “Oras bolas carambolas”. Deixe a hipocrisia e assuma que, hoje, és uma pequena senhora encantada pelo poder, por nomeação, que é completamente diferente do que é emanado pelo povo. E, por falar em povo, este quer saber como se ganha uma eleição sem comprar votos.

Finalmente, já que não tens ombredade para pedir desfiliação do traído MDB, saiba que, na próxima semana, estarei protocolando o pedido de expulsão. Vai ficar feio. Fostes recebida na agremiação partidária com pompas de chefe de Estado para, no final, sair pela porta dos fundos, aberta por suas mãos.

As declarações caíram como uma “bomba” dentro do MDB, partido que Eliane Sinhasique é filiada há anos. Alguns dirigentes fizeram questão de manifestar descontentamento, via rede social, com o voto da atual secretária de Gladson Cameli (PP). Outros simplesmente deram o silêncio como resposta. Uma fonte de dentro do MDB disse à nossa redação que o ato de Sinhasique já foi inserido numa pauta de reunião que ocorrerá dentro do diretório estadual nos próximos dias.

Leia a declaração de apoio de Sinhasique à prefeita Socorro Neri, também publicada no Facebook:

Boa tarde meu povo!

VOU VOTAR E APOIAR A CANDIDATURA DA SOCORRO NERI E DO EDUARDO RIBEIRO, PARA PREFEITA E VICE.

Para matar a curiosidade de um grande número de pessoas que querem saber qual seria meu posicionamento nas eleições de 2020, na capital acreana, venho aqui, publicamente declarar meu apoio à atual prefeita, candidata à reeleição.

Primeiro, porque ela é MULHER e eu comando um dos movimentos nacionais por mais mulheres na política – o ELA ELEITA, que é apartidário e onde eu ajudo mais de 530 mulheres candidatas de toda parte do Brasil, e ficaria no mínimo incoerente apoiar um homem para prefeito sendo que nossa bandeira visa aumentar a representatividade feminina nos espaços de poder, tanto no executivo como no legislativo;

Segundo, sou uma mulher POLÍTICA e assumo minhas posições e a Socorro Neri também é uma mulher de posição, firme em suas decisões, rígida quando precisa ser, séria no trato com a coisa pública e incansável na busca de soluções para os problemas da nossa cidade levando sempre em consideração o bem-estar da população.

Terceiro, ao lado de Socorro Neri está Eduardo Ribeiro um AMIGO de longas datas, qualificado, responsável, experiente em gestão pública, um bom filho, um bom pai e um bom esposo, ciente de suas obrigações e coerente com seus propósitos. Um homem respeitoso e respeitável que enobrece ainda mais essa chapa;

Quarto, faço parte de um grupo político, capitaneado pelo governador Gladson Cameli e sou coerente e leal ao projeto político que chegou ao poder em 2018, componho a equipe de governo que faz a gestão administrativa do nosso estado e caminharemos juntos com Socorro e Eduardo.

Para finalizar, Deus é muito bom comigo! Estou no melhor dos cenários. Posso apoiar uma MULHER, que era meu objetivo, e que tem o apoio do meu governador!

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB