Em nota, servidores do Iapen repudiam manobra do governo

Os servidores administrativos do Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen) repudiaram, em nota publicada na tarde desta segunda-feira (25), a manobra que retirou de pauta, na Assembleia Legislativa, o projeto de lei que previa o pagamento à categoria de Auxílio Temporário de Emergência em Saúde (ATS).

De acordo com a nota, a decisão prejudicou 38 servidores efetivos, que além das funções administrativas, atuam no atendimento de presos e policiais penais e no recebimento de produtos entregues no NAF (Núcleo de Apoio à Família).

O texto é assinado pelos técnicos administrativos e operacionais do Ipaen e pela presidente do Sindicato dos Servidores Administrativos do Estado (Sindsai), Cátia Nascimento.

Leia a seguir:

NOTA DE REPUDIO

E com indignação que a Classe de Servidores Administrativos de nível médio do IAPEN/AC vem ao público repudiar a ação do Governo do Estado do Acre e do Legislativo do Estado, quanto à retirada da Classe do Projeto de Lei de Auxílio Temporário de Emergência em Saúde (ATS). Somos apenas 38 servidores efetivos: Técnicos Administrativos e Operacionais do Sistema Penitenciário do Acre, e não realizamos apenas funções administrativas, mas também de cunho operacional, como atendimento de presos, recebimentos de produtos entregues pelos familiares no NAFE e atendimentos a policiais Penais. Realizamos nossos diversos serviços em conjunto a outras classes contempladas.

 Entendemos que somos uma classe esquecida pelo governo, e que mesmo em defasagem, estamos diuturnamente deixando nossas famílias em casa e nos expondo tanto quanto outras classes a doença (COVID19), trabalhando diariamente dentro das unidas, e que em nenhum momento foi nos ofertado pelo governo o trabalho remoto ou simplesmente permanecer em quarentena ou isolamento social, como ofertado a outras instituições.

Queremos também  agradecer, ao imensurável apoio dos nobres deputados Edvaldo Magalhães, Fagner Calegário, Josa e Antônia Sales, já que não mediram esforços ao tentar valorizar os servidores efetivos técnicos e operacionais de nível médio do IAPEN com uma emenda a PL, onde esclareceram e muito bem o quão ínfimo erário que seria gasto com a nossa classe, demostrando nossas importâncias ao serviço público neste momento de pandemia, sempre ao lado das demais classes do sistema penitenciário.

Classe de nível médio Técnico Administrativos e Operacionais do IAPEN/ACRE

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB