Dois vão a júri popular por morte de adolescente encontrada em matagal

José Martandes da Silva Marinho e Willas França Farrapo vão a júri popular por crime de feminicídio. A decisão coube à Justiça do Acre. Os dois são acusados pelo assassinato da adolescente Tainá de Oliveira Sila. O crime ocorreu no dia 2 de setembro de 2018, em Tarauacá.

O corpo de Tainá foi achado em um matagal um dia após o crime. Na época, a Polícia Civil informou que ela fora estrangulada. Também havia a suspeita de abuso sexual.

Segundo a polícia, Marinho e Farrapo confessaram ter estado a adolescente no dia em que ela sumiu, mas negaram o abuso.

O Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) não divulgou se realmente houve abuso sexual. Mas destacou que a Tainá tinha um relacionamento conturbado com um dos suspeitos. No dia do crime, ela foi levada por um deles até a casa do segundo acusado, onde foi morta.

De acordo com a Justiça, um dos suspeitos acusa o outro pelo homicídio.

Com informações do G1 Acre

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB