Dirigente do PSOL é baleado durante campanha pelo PT em Guarulhos


source
dirigente do psol em guarulhos
Reprodução/Facebook

Anselmo Pires, dirigente do PSOL que sofreu atentado em Guarulhos, na grande São Paulo

Anselmo Pires da Silva Neto, de 54 anos, secretário-geral do PSOL em Guarulhos, foi alvejado no braço quando quando estava em carro aberto no bairro de Jardim Palmira, na periferia da cidade. O dirigente do PSOL fazia carreata na campanha de Elói Pietá (PT), candidata petista que recebe o apoio da sigla de Guilherme Boulos e Luiza Erundina no segundo turno da eleição do município da Grande São Paulo.

Pires discursava sobre a especulação imobiliária e a devastação ambiental na região e foi baleado no braço. Era o primeiro ato público dele em apoio à candidatura do PT em Guarulhos.

“Eu havia acabado de fazer uma fala sobre a especulação imobiliária e a devastação ambiental na periferia de Guarulhos e assim que eu passei o microfone para uma companheira ao meu lado, ouvi um barulho como se pedras estivessem batendo no carro e um baque no braço. Na hora, achei que fossem pedras”, afirmou ao UOL o dirigente do PSOL .

“Fizemos assepsia com álcool, terminamos o ato e procurei o 2º DP de Guarulhos, que orientou que eu fosse imediatamente procurar atendimento médico”, contou o secretário-geral da legenda de esquerda em Guarulhos .

Em uma unidade básica de saúde (UBS), Pires foi medicado e recebeu curativo apropriado. Um médico da unidade emitiu laudo que afirma que o dirigente do PSOL deve ter sido atingido por um estilhaço ou um projétil de uma arma com munição de chumbinho, que se fragmenta.

O PSOL lamentou o ocorrido e cobrou “investigação urgente”, questionando “até quando o Brasil vai conviver com crimes políticos”.

Líder do movimento popular por moradia (MTST) em Guarulhos, candidato a vice-prefeito de Guarulhos em 2016 e a deputado estadual em 2018, Pires luta pela regularizção fundiária em condomínios próximos à região em que foi baleado e denuncia há anos a especulação imobiliária.

Um dia após ter sido baleado, o dirigente psolista seguiu suas atividades políticas. Neste domingo, protestou no centro de Guarulhos com militantes do partido contra o assassinato de João Alberto Silveira Freitas , homem negro de 40 anos, em unidade do Carrefour em Porto Alegre.

Nesta segunda-feira (23), Anselmo Pires será submetido a a exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) de Guarulhos.

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB