Desfalque de profissionais de saúde obriga AC a pedir ajuda da União

O afastamento de mais de 600 servidores da Saúde estadual durante a pandemia levou o governo do Acre a pedir reforço ao Ministério de Saúde (MS). Em ofício enviado nesta semana ao governo federal, o estado solicita o envio de profissionais para atuar na linha de frente contra o novo coronavírus.

De acordo com a Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre), 500 servidores estão afastados das funções por suspeita de infecção ou em tratamento contra a Covid-19. Outros 100 integram o gripo de risco e por isso estão em casa.

O estado contabilizava mais de 10,9 mil infectados e 292 mortes pela doença até esta sexta-feira (19), segundo o último boletim divulgado pela Sesacre.

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB