Câmara suspende doze deputados do PSL por um ano, a pedido de Bivar

A Câmara dos Deputados aceitou um pedido do presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, e suspendeu, nesta quarta-feira (4), doze deputados federais do partido por um ano. A decisão, publicada no Diário Oficial da Câmara, prevê que os parlamentares “ficam afastados de qualquer função de liderança e vice-liderança bem como ficam impedidos de orientar a bancada em nome do partido, representar a agremiação e de participar da escolha do líder da bancada durante o período de desligamento”.

Estão suspensos os deputados Aline Sleutjes, Bibo Nunes, Carlos Jordy, Caroline de Toni, Daniel Silveira, General Girão, Filipe Barros, Cabo Junio, Hélio Lopes, Márcio Labre, Sanderson e Vitor Hugo, líder do governo na Câmara.

Por outro lado, a decisão desta quarta-feira suspende as punições anteriormente aplicadas aos deputados Eduardo Bolsonaro, atual líder do partido na Câmara, Bia Kicis, Carla Zambelli, Alê Silva e Chris Tonietto. Na prática, a bancada do PSL na Câmara foi reduzida de 53 para 41 deputados.

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB