Após parabenizar operação que prendeu 7, Ilderlei tenta demonizar a PF

Ilderlei Cordeiro segue solitário em sua cruzada quixotesca contra a operação que guilhotinou a irmã da chefia de gabinete da prefeitura de Cruzeiro do Sul, tragou o seu assessor de imprensa e levou de roldão o representante da ONG CBCN no município – o maior parceiro da sua gestão no que diz respeito à transferência de recursos públicos nos últimos três anos.

Mas ao contrário do personagem principal da grande obra do escritor Miguel de Cervantes, o Dom Quixote do Juruá tenta enfrentar os gigantes como se não passassem de meros moinhos de vento.

O que poucos se deram conta nesse cenário de aturdimento, abandono e solidão política em que se encontra o prefeito cruzeirense foi que ele, tão logo os agentes da Polícia Federal lhe bateram à porta, tratou de gravar um vídeo em que aparecia abatido, a voz embargada, a parabenizar a operação policial. Passado o susto, mas preservada a angústia de se ver abandonado pelos aliados e ainda mais rejeitado pela opinião pública, Ilderlei despojou-se das vestes do cordeiro e passou a rosnar como os lobos.

Entre o lapso temporal das duas mencionadas posturas do prefeito, ele certamente passou a ouvir os conselheiros em reuniões a portas fechadas, como a que protagonizou com quatro vereadores na última terça-feira (18), a fim de lhes comunicar que haverá de liquidar toda a investigação e reverter as prisões com um só argumento: o de que um juiz estadual não poderia autorizar uma operação que investiga supostas traquinagens com dinheiro público originado dos cofres da União.

Antes de comunicar aos aliados possuir panos para as mangas, Ilderlei foi à praça, onde se reuniu com os servidores públicos municipais, a fim de alardear que haveria de processar os agentes que haviam ‘arrombado’ as portas da prefeitura. Esse episódio, somado ao mais recente, com os vereadores, suscita comparações entre Ilderlei e o presidente Lula, por sua vez apanhado pelos integrantes da Operação Lava Jato e até hoje empenhado em detratar os algozes de sua biografia.

Como se soube, os sete acusados pela PF continuam presos, negados que foram os habeas corpus impetrados por seus advogados, e estendido o prazo, pela justiça, de sua prisão temporária.

Os prejuízos políticos decorrentes dessa avalanche parecem cada vez mais irremediáveis, com o senador Sérgio Petecão (PSD) a anunciar apoio à pré-candidatura do ex-deputado Henrique Afonso à prefeitura de Cruzeiro do Sul e o partido de Ilderlei cogitando negar-lhe legenda para que dispute a reeleição.

Além disso, nos próximos dias a Justiça Eleitoral haverá de julgar o recurso do prefeito em processo por compra de votos nas eleições de 2016. A cúpula do Progressistas dá como certa a condenação.

Sim, a vida costuma ser bem mais cruel do que a arte.

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB