Após ‘desvios’, depósitos de merenda terão câmeras de monitoramento

O governo fez publicar no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (19) um conjunto de medidas contra o extravio de produtos que compõem a merenda escolar no âmbito estadual. O decreto assinado pelo governador Gladson Cameli (Progressistas) prevê a instalação de um sistema de controle de fluxo de materiais em todos os armazéns e depósitos usados para a distribuição da alimentação dos alunos da rede pública estadual. Câmeras de monitoramento com transmissão em tempo real integram o sistema.

Todos os estágios do processo de aquisição de produtos para a merenda escolar deverão ser acompanhados por uma Comissão Especial nomeada no âmbito da Controladoria Geral do Estado. O governo acena com um pente-fino nos empenhos, recebimento de insumos, liquidação das contas e pagamento de fornecedores.

No começo de fevereiro deste ano, uma denúncia feita ao governador apontava uma distorção entre os itens comprados pelo estado e aqueles entregues pelos fornecedores. Carne de terceira chegou a ser entregue como sendo de primeira e moído de peixe não identificado era descrito como filé de peixe.

Na época, a Secretaria de Comunicação do governo afirmou que o governador convocou de imediato “os titulares da Controladoria-Geral do Acre, Casa Civil, Procuradoria-Geral do Estado, Delegacia-Geral de Polícia Civil e Secretaria de Educação, a quem determinou que fosse instaurada uma auditoria profunda”.

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB