Após cogitar reabertura, Gladson reedita decreto que mantém quarentena

Reunião com prefeitos, encontro marcado com representantes dos órgãos de controle externo e aceno aos pecuaristas com possibilidade de realização da Expoacre 2020 não foram suficientes para o que o governador Gladson Cameli decretasse a reabertura do comércio.

Ao invés disso, em novo decreto publicado nesta sexta-feira (12), ele decidiu prorrogar até 22 de junho as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente da Covid-19. O documento cria a possibilidade de que empresas comercializem produtos por meio do serviço de drive-thru, ou seja, sem que os clientes, para comprar, necessitem entrar nos estabelecimentos.

O serviço deve reduzir os prejuízos financeiros causados pela pandemia – não apenas para quem vende como também para o próprio governo, que segundo a Associação Comercial (Acisa) viu a arrecadação de ICMS despencar 30% neste período de pandemia.

Segundo o novo decreto, os alvarás de Prevenção e de Proteção contra Incêndios (APPCI) e alvarás sanitários expedidos pela Vigilância Sanitária, vigentes na data de 20 de março, foram renovados automaticamente até 31 de dezembro de 2020. Com isso foi dispensada a necessidade de emissão de novo alvará.

O aumento constante do número de casos confirmados para a doença fez com que Cameli mantivesse as medidas, registrou a assessoria de imprensa do governo.

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB