Menopausa prematura pode causar insuficiência cardíaca, diz estudo

Menopausa prematura pode levar à insuficiência cardíaca, diz estudo
Thinkstock/Getty Images

Menopausa prematura pode levar à insuficiência cardíaca, diz estudo

Um estudo realizado por uma equipe da Faculdade de Medicina da Universidade da Coreia com 1,4 milhões de mulheres constatou que quanto mais cedo a mulher entra na menopausa, maiores as chances dela desenvolver insuficiência cardíaca.

A pesquisa, que foi divulgada no site da Sociedade Europeia de Cardiologia, aponta que essas chances aumentam devido à diminuição do hormônio estrogênio, que acelera o surgimento de condições no coração.

O objetivo do estudo era confirmar algumas pesquisas prévias que indicavam a relação entre a menopausa precoce e o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

Foi feita uma coleta de dados de mulheres com mais de 30 anos que já haviam passado pela menopausa, e foram atendidas pelo sistema nacional de saúde da Coreia. As participantes foram acompanhadas por um período de 10 anos.

Das mulheres avaliadas, 3% desenvolveu problemas cardíacos e 3,2% foram diagnosticadas com fibrilação atrial, um tipo de arritmia que causa batimento cardíaco irregular e acelerado.

Mulheres que experimentaram a menopausa prematura, ou seja, antes dos 40 anos, apresentaram 39% de chance de terem insuficiência cardíaca, enquanto naquelas que passaram pela menopausa entre 45 e 49 anos, a chance foi de 11%.

As participantes que experimentaram a menopausa prematura também tiveram risco 9% maior de terem fibrilação atrial quando comparadas às que chegaram à menopausa mais tarde. O grupo também considerou outros fatores de saúde que influenciam o surgimento de problemas cardíacos, como tabagismo, sobrepeso e idade avançada.

Normalmente, a menopausa acontece quando uma mulher não menstrua num período de 12 meses, e ocorre normalmente entre 45 e 55 anos. No entanto, os sintomas podem começar antes, dando início a um período chamado de perimenopausa. Estima-se que 1% das mulheres começa o período de maneira prematura, ou seja, antes dos 40 anos.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG SAÚDE

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB