Fiasco: empresários relatam prejuízos com Expoacre 2022

Empreendedores que abriram estandes no Parque de Exposições Wildy Viana, durante a Expoacre 2022, relatam baixa nas vendas e temem prejuízos. Com o faturamento tendo caído pela metade em relação às edições anteriores, alguns já desistiram de prosseguir na feira.

A Expoacre começou no último sábado (30) e, até esta quarta-feira (3), foram quatro noites de evento. A empreendedora Raimunda Holanda, que está no estande da Economia Solidária conta que espera alcançar o que investiu nas noites que ainda restam de feira. As informações são do site g1 Acre.

“Por enquanto não está sendo o esperado. Por conta da pandemia, as pessoas ficaram dois anos sem trabalhar e viram na Expoacre a oportunidade de ganhar dinheiro, mas como foi muito empreendimento para um lugar só, tem tido muita competitividade e não está sendo o esperado para todos”, disse ela ao g1.

Ela contou que nas edições anteriores chegou a faturar R$ 2 mil por noite, mas que neste ano o rendimento não tem chegado a R$ 1 mil. Ela teme não conseguir cobrir os cerca de R$ 4 mil de investimento.

“São sete anos de Expoacre, antes a gente fazia R$ 2 mil por noite, isso sem show. Agora, a gente não consegue fazer nem R$ 1 mil, não fecha. Tem gente que desistiu por não vender. Quando a Expoacre é boa, desde o primeiro dia, a gente já sabe, então espero tirar pelo menos o que investi”, contou.

A coordenação do evento reconheceu as dificuldades dos empreendedores, atribuindo o fraco movimento nas vendas aos efeitos da pandemia.  

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB