Douglas Garcia, deputado que atacou Vera Magalhães, é alvo do STF

Deputado Douglas Garcia agrediu verbalmente a jornalista após debate na TV Cultura
Reprodução – 14.08.2022

Deputado Douglas Garcia agrediu verbalmente a jornalista após debate na TV Cultura

O deputado estadual, Douglas Garcia (Republicanos) agrediu verbalmente a apresentadora do Roda Viva e colunista do Globo, Vera Magalhães , durante debate entre os candidatos ao governo de São Paulo, na noite da última terça-feira (13).

A jornalista , que estava sentada em uma área reservada, foi abordada por Silva que a xingou e a chamou de “vergonha para o jornalismo brasileiro”.

O deputado, apoiador declarado de Jair Bolsonaro (PL) , fez uma publicação no Twitter antes do evento, perguntando de Vera iria ao debate. 

Post de Douglas Garcia na noite de terça-feira (13)
Reprodução: Twitter – 14/09/2022

Post de Douglas Garcia na noite de terça-feira (13)

Ao final da transmissão, Douglas foi até onde Vera estava sentada e perguntou se a jornalista recebeu dinheiro para falar mal do governo Bolsonaro e afirmou que ela é “uma vergonha para o jornalismo”. Na sequência, o celular do deputado foi arremessado pelo apresentador Leão Serva, ao que ele reagiu xingando de “jornazista”.

Esta não foi a primeira vez que ele atacou a jornalista Vera Magalhães. Em 2020, ele afirmou que ela recebia para falar mal do governo de Bolsonaro.

Eleito em 2018, com 74.000 votos, Garcia, de 28 anos, foi ao debate acompanhado pela comitiva do ex-ministro, Tarcísio de Freitas (Republicanos), candidato a governador de São Paulo .

Antes de ser parlamentar, Douglas era ativista e líder da Direita São Paulo, que mudou de nome para Movimento Conservador. O grupo é contra leis de migração, aborto e legalização das drogas, e pede a revogação do Estatuto do Desarmamento, entre outras pautas.

Em 2019, o candidato se declarou gay e afirmou que “na direita existem mais gays do que na esquerda”. No mesmo ano, ele deu declarações transfóbicas , ofendendo indiretamente a deputada trans Erica Malunguinho (PSOL) durante Assembleia.

“Se por acaso dentro do banheiro uma mulher, em que a minha irmã ou a minha mãe, estiver utilizando, e entrar um homem que se sente mulher, ou que pode ter alegando o que ele quiser e colocado o que quiser, porém eu não estou nem aí, eu vou tirar primeiro no tapa e depois chamar a polícia para ir levar”, disse ele.

O deputado de São Paulo também se tornou alvo de inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) na operação contra fake news em 2020. A investigação mira empresários, políticos e influenciadores ligados ao presidente Jair Bolsonaro.

Em 2021, ele divulgou um “dossiê antifascista” nas redes sociais e foi condenado a indenizar as pessoas que tiveram os nomes publicados nesse documento. O texto continha dados de aproximadamente 1.000 indivíduos opositores ao governo Bolsonaro.

Ataque a Vera Magalhães

No Twitter, Vera Magalhães escreveu: “Esse tipo de postura vinda de um parlamentar é inaceitável, intolerável na democracia. Não será um truculento, nem dois, que irão me intimidar a continuar fazendo meu trabalho. O deputado tem o meu contrato, porque o requereu. Mente reiteradamente. Agride mulher. Não vai me calar”, adicionou a jornalista.

Nesta quarta-feira (14), o Republicanos, partido o qual o deputado pertence, divulgou uma nota oficial repudiando a agressão de Garcia contra a jornalista.

“O Republicanos repudia o ocorrido nos bastidores do debate da TV Cultura envolvendo o deputado estadual Douglas Garcia e não compactua com a forma como ele abordou a jornalista Vera Magalhães”, diz o início do comunicado do partido. Internamente, avalia-se a possibilidade de expulsão do deputado.

Deputados da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) entraram com pedidos de cassação do deputado Douglas Garcia  também nesta quarta-feira. A presidente do Conselho de Ética da Alesp, deputada Maria Lúcia Amary (PSDB), disse que repudia “veementemente” o comportamento do parlamentar.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB