A marcha para Jesus: recristianizando o Brasil

A passagem do Ato dos Apóstolos é a seguinte: “Todos que tinham abraçado a fé reuniam-se e punham tudo em comum: vendiam suas propriedades e bens, e dividiam-nos entre todos, segundo as necessidades de cada um”. (Atos, 2, 44-45). É um engodo! Essa passagem dos Atos dos Apóstolos não fundamenta o socialismo.

Essa experiência de divisão dos bens (igualitarismo socialista) entre os membros da primeira comunidade cristã foi logo abandonada por que não deu certo. No capítulo 5, 1-11, dos Atos dos Apóstolos, registra-se a fraude de Ananias e Safira, que venderam seus bens e não os dividiram com a comunidade.

Na ex-União Soviética, não se comprova nada sem se pagar propina (corrupção). O socialismo não deu certo para os primeiros cristãos – lembremo-nos da fraude de Ananias e Safira – como não dá certo nos dias de hoje. É só volver os olhos para o que ocorre na infeliz Venezuela, como no caos hoje existente na Argentina, com a pobreza generalizada.

Pois bem. Nesses anos todos em que ocorre a Marcha Para Jesus na cidade de Rio Branco, eu tomava conhecimento do evento religioso pela imprensa, mas por ele (evento evangélico), não tinha interesse algum. Também pela imprensa tomava conhecimento de que os líderes religiosos faziam homenagens a políticos filiados a partidos socialistas.

Para mim, as Marchas para Jesus do passado, não faziam o menor sentido. O cristianismo, como acima demonstrado, desde a sua origem, abandonou o socialismo, como experiência que não deu certo. A experiência real do socialismo também não deu certo. Pouquíssimos países do mundo praticam o socialismo. Só alguns párias internacionais.

A situação mudou! A Marcha Para Jesus hoje é realizada nos 26 (vinte e seis) Estados da Federação e no Distrito Federal. Aqui em Rio Branco a liderança da Marcha Para Jesus hoje tem a compressão de que o Cristianismo é incompatível com o socialismo\comunismo. Razão pela qual, as lideranças que estão organizando a Marcha Para Jesus seguem a liderança do Presidente Jair Bolsonaro.

Vi recentemente um vídeo do “Grupo Brasil Conservador”, que segue a liderança do Presidente Jair Bolsonaro. No vídeo, é o próprio Presidente Jair Bolsonaro quem faz a convocação para a importantíssima Marcha Para Jesus em todos os Estados da Federação e do Distrito Federal. Ele (Presidente) tem legitimidade para convocar porque é cristão (Católico), bem como sua esposa (Evangélica).

Jair Bolsonaro, enquanto candidato à Presidência da República, imbuído da sua convicção cristã, mobilizou todo o país repetindo um verso do Evangelho de São João, que enterneceu a nação: “E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”.

Na sua campanha à Presidência da República, repetindo a frase bíblica acima, e que foi entendida pela nação brasileira, fazia uma convocação à recristianização do Brasil, que avançava célere no caminho do comunismo\socialismo ateu. O povo brasileiro entendeu, porque, majoritariamente é conservador. Não concorda com as pautas da esquerda, especialmente com a proposta do aborto, por ser contrário à vida, e a vida em abundância.

Agora acho que os líderes evangélicos que estão realizando a Marcha Para Jesus em Rio Branco, no dia 17 de junho do ano em curso, estão no caminho certo. Para retomar sua liderança no subcontinente (América do Sul), o Brasil precisa se recristianizar. Abandonar as velhas propostas do socialismo ateu (repita-se), que não deram certo em lugar algum.

Além de não ter qualquer fundamento bíblico, o socialismo também não encontra apoio no Magistério da Igreja Católica. Não é demais acrescentar que sobre o erro do socialismo, disse o Papa Leão XIII: “Refuta-se o critério socialista sobre a propriedade privada. Os socialistas, para curar este mal, instigam nos pobres o ódio invejoso contra os que possuem, e pretendem que toda a propriedade de bens particulares deve ser suprimida, que os bens de um indivíduo qualquer devem ser comuns a todos, e que a sua administração deve voltar para os municípios ou para o Estado”.

Ora, numa sociedade em que não prevaleça a barbárie comunista, os frutos do meu trabalho me pertencem. Ninguém pode me desapropriar do meu celular, da minha motocicleta, do meu relógio, da minha casa ou da minha propriedade rural. Essa mentalidade (socialista) é que nos levou à violência hoje existente no Brasil. São mais de 60 mil homicídios por ano. Vivemos uma guerra!

E concluí o Santo Papa Leão XIII: “Mas semelhante teoria (socialista), longe de ser capaz de pôr termo ao conflito, prejudicaria o operário se fosse posta em prática. Outrossim, é sumamente injusta, por violar os direitos legítimos dos proprietários, viciar as funções do Estado e tender para a subversão completa do edifício social”.

O socialismo que supostamente ajudaria os pobres, é que nos levou à desordem social de que fala Leão XIII. As mais de 60 mil mortes que ocorrem no Brasil anualmente é porque essa teoria retirou dos jovens os limites morais que os impelem à criminalidade.

A recristianização do Brasil é o caminho para retomada da prosperidade e do progresso! Não existe melhor e mais eficiente moral do que a cristã para se promover a ordem social, a paz e a prosperidade! Só existe possibilidade de uma sociedade aberta (livre iniciativa) na cultura Ocidental Cristã.

A Marcha Para Jesus de Rio Branco vai atrair milhares de pessoas!  Os líderes acreditam que a expectativa é que reúna mais de cem mil pessoas. Aguarda-se a presença do Presidente Jair Bolsonaro no evento religioso.

Destaco aqui, do livro de Thonas E. Woods, Jr., o que foram algumas conquistas da civilização cristã: 

Como a Igreja criou uma instituição que mudou o mundo: a Universidade.

Como ela nos deu uma arquitetura e umas artes plásticas de beleza incomparável.

Como os filósofos escolásticos desenvolveram os conceitos básicos da economia moderna, que trouxe para o Ocidente uma riqueza sem precedentes.

Como o nosso Direito, garantia da liberdade e da justiça, nasceu em ampla medida do Direito Canônico.

Como a Igreja criou praticamente todas as instituições de assistência que conhecemos, dos hospitais à previdência.

Como humanizou a vida, ao insistir durante séculos nos direitos universais do ser humano – tanto dos cristãos como dos pagãos – e na sacralidade da pessoa humana.

Enfim, todos à Marcha Para Jesus no dia 17 de junho de 2022, da cidade de Rio Branco!

“E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”.

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB