7 dicas de Feng Shui para um lar harmonioso

7 dicas de Feng Shui para um lar harmonioso
Redação EdiCase

7 dicas de Feng Shui para um lar harmonioso

A nossa casa é muito mais que um lugar onde moramos, é um espaço em que recebemos amigos e familiares. É um ambiente em que nos conectamos com quem amamos e, claro, conosco. Por isso, é importante que o lar esteja vibrando com a melhor frequência de energia possível, e o feng shui se apresenta como uma ótima alternativa. Isso porque a prática milenar chinesa defende que os cuidados com a casa devem ser constantes.

Para a espiritualista Juliana Viveiros, toda essa técnica envolve alguns fatores, como o local em que cada móvel deve estar, as cores do ambiente e o aproveitamento adequado dos espaços da casa, tudo isso influencia para uma mudança na mente e no comportamento. “Desordem afeta diretamente nosso corpo e nossa mente. Por isso, nosso lar necessita de cuidados frequentes que reforcem a harmonia, o equilíbrio e um convívio auspicioso para todos que circulam naquele ambiente”, diz a profissional.

1. Tire os calçados ao entrar em casa

Um hábito bastante comum em muitos países orientais e que influencia de forma significativa no ambiente, tanto no nível das energias que circulam quanto nas que carregamos conosco. O aconselhável é retirar os calçados ao entrar na casa. Uma dica é ter uma pequena sapateira na entrada ou próxima da porta de entrada.

2. Escolha as cores certas 

Segundo Juliana Viveiros, as cores refletem nosso estado de espírito. Elas são capazes de transmutar energias baixas e trazer novas vibrações para o ambiente. A partir do momento em que sabemos que as cores nos influenciam tanto energeticamente e espiritualmente quanto emocionalmente, por meio das técnicas do feng shui, conseguimos uma maior harmonização em cada cômodo.

“O fluxo vibracional de cada ambiente nos guiará junto ao feng shui para conseguirmos ter sabedoria no momento de organizar, adquirir objetos, escolher cores e disposições de móveis capazes de nos trazer esse bem-estar que sempre procuramos”, pontua Juliana Viveiros.

3. Utilize espelhos de forma adequada

Os espelhos são incríveis, porém devem ser posicionados da forma correta. Se não houver uma boa utilização nesse sentido, pode dificultar alguns fatores. É importante levar em consideração que o espelho ajuda a duplicar o que está refletindo, até mesmo em nosso inconsciente. Posicione de frente para uma mesa de jantar, pois tende a atrair fartura, abundância e prosperidade.

Deve ser evitado um posicionamento de frente para a cama do quarto, pois reflete em fatores negativos que podem afetar até a saúde, como dificuldade para dormir. A espiritualista ainda explica que é muito importante levar em consideração que a casa deve estar organizada e limpa, principalmente sobre o que o espelho irá refletir.

4. Invista em plantas

As plantas positivas e flores possuem um alto poder de transformar as energias e influenciar na busca de harmonia e bem-estar. Você pode investir em lavanda, árvore da felicidade, avenca e espada-de-São-Jorge.

5. Descarte ou doe objetos não utilizados

É normal que ao longo do tempo muitas pessoas possam acumular pertences que não tem mais utilidade, e acabam sendo armazenados e esquecidos. Por isso, é importante se desfazer desses objetos. O acúmulo deles pode atrair energia negativa e bloqueios em diferentes áreas da vida , como dificultar o fluxo financeiro ou, até mesmo, desgastes em relacionamentos.

6. Seja organizado 

Além das orientações que incluem descartar ou doar objetos que não são mais utilizados, outra dica é manter o ambiente limpo. A organização é necessária para um bom fluxo energético e equilíbrio da harmonia na casa.

7. Construa uma fonte de riqueza 

Adicione uma fonte de água à sua casa, pois ela representa o elemento Água, associado à riqueza. Uma fonte de água perto da entrada estimula a abundância a fluir de fora para dentro. O ideal é que a água flua para cima ou para dentro de sua casa, em vez de para baixo ou para longe. Também é importante limpar a fonte com frequência e certificar-se de que não está seca. Uma fonte mal-conservada não terá os mesmos efeitos energéticos positivos de uma bem cuidada.

Por Luana Farias 

Fonte: IG Mulher

Gostou deste artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

© COPYRIGHT O ACRE AGORA.COM – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SITE DESENVOLVIDO POR R&D – DESIGN GRÁFICO E WEB